Blog

Setor de Serviços Automotivos Pode se Beneficiar do Momento Difícil do País

Aperdo de parafusos da RodaQue o momento do país está difícil, não há como negar. Algumas decisões do governo foram equivocadas e nos deparamos – após a eleição, em um cenário bem diferente daquele que esperávamos. Mas pouco adianta reclamar ou justificar as dificuldades, precisamos agir e buscar soluções que eliminem os problemas, ou boa parte deles.

Muitas são as frases que nos dizem que a crise pode representar um bom momento se bem aproveitada as oportunidades camufladas. Algumas dessas frases são excelentes e nos apontam uma direção: “A crise é um convite forçado à mudança” de Murila Gun; “Mude ou morra” Jack Welch e por último e não menos importante “Você não pode fazer o trabalho de hoje com os métodos de ontem se pretende estar no mercado amanhã” Jack Welch.

Pois bem, já sabemos que a mudança é nossa única certeza, os tempos difíceis apenas nos motivam ou empurram rumo a mudança necessária.

Um dos segmentos de mercado que sofrem algum impacto imediatamente ao instalar-se um período difícil e/ou de crise é o setor automotivo, especificamente os centros de serviços automotivos. Porém o impacto sofrido por estes centros é positivo, pois as pessoas naturalmente optam por reduzir o orçamento e cortar custos, sendo assim abandonam a ideia de trocar o carro por uma outro mais novo – do ano. E com esta decisão, algumas novas atitudes hábitos devem se instalar. Um dos novos hábitos e atitudes a ser obtida diz respeito aos cuidados com o carro, quer seja da família, ou da empresa, este veículo precisa ser melhor cuidado e conservado para resistir ao momento difícil, muito embora este hábito deva ser adquirido precocemente e ser permanente, aja visto que carros melhor conservados são melhores avaliados no momento de uma venda.

Com a população adotando novos hábitos em momentos difíceis, alguns segmentos são beneficiados e devem aproveitar para alavancar seus negócios. Um exemplo desses segmentos beneficiados, o de serviços automotivos registrou crescimento de 8,8% no faturamento em 2015, segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising). A comprovação desse momento bom para o segmento de serviços automotivos pode ser verificada pela Doutor Lubrifica, rede de franquias que oferece manutenção automotiva delivery, que obteve um crescimento de 60% no comparativo entre os anos de 2014 e 2015 e com expectativa de crescimento da rede de unidades em funcionamento.

Todas as variáveis apontam para o bom momento do segmento de serviços automotivos, ou seja, neste momento difícil para muitos, para este segmento, o momento é para investir e melhorar o faturamento, a receita, a carteira de clientes, mas essencialmente a qualidade dos serviços prestados. Para conquistar mais clientes em tempos em que todos estão conectados por redes sociais e utilizam seus smartphones como meio principal de acesso, investir em marketing digital pode trazer bons resultados, quer seja pela presença nas redes sociais adequadas, como pela produção de conteúdos relevantes para proprietários de veículos automotores, por exemplo dicas de como preservar a pintura no ato de lavagem, orientações de como limpar o interior do seu automóvel, ou ainda dicas direcionadas a um público mais especifico ainda como as mulheres, que representam parcela significativa da economia, e já contam com alguns centros de serviços automotivos específicos para atendê-las.

Os centros de serviços automotivos, cuja a presença na Internet dá-se quase que exclisvamente por websites de "pagínas amarelas", ou seus próprios websites, negligenciam as redes sociais as quais deveriam pensar carinhosamente na questão e abordá-la em seus planos estratégicos, este por sinal é um ponto nevrálgico, aja visto que muitas empresas de pequeno e médio porte negligenciam a elaboração de um plano estratégico, bem como a sua execução.

O momento é muito bom para empresas do segmento de serviços automotivos, mas há que se elaborar estratégias que possibilitem se beneficiar e alçar voos ainda mais altos.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

PMEs podem crescer e superar momentos difíceis com auxilio de Consultoria

ESTRATEGIA MELHOR QUE LUCRO IMEDIATOEm tempos de dificuldade ou crise, inovar pode ser a única saída.
Em tempos como os vividos atualmente no Brasil é essencial realizar análises dos possíveis cenários. Desta análise, com um olhar atento é possível perceber oportunidades e talvez um oceano azul de atuação. Pois bem, grandes empresas possuem capital intelectual e humano e recursos para investir em estudos de mercado e contratação de consultorias, do lado oposto, nas micros, pequenas e médias empresas [PMEs] não dispõem desse diferencial. Exatamente nesta lacuna há espaço para empresas de consultorias - de diversas especialidades, atuarem reduzindo, ou mesmo eliminando esta lacuna e provendo condições para que as PMEs também obtenham sucesso.

Embora seja essencial o conhecimento e domino de gestão e suas ferramentas, a maioria dos gestores/donos de PMEs executam diversas atividades da empresa e como consequência ocorre a má administração do tempo para planejar assertivas e direcionadas aos seus clientes e mercado, ou seja, negligenciam o planejamento estratégico. Esse hiato dificulta ou elimina a possibilidade de a empresa crescer. Entretanto, uma parceria com consultorias – com seus serviços, aumentam as chances de sucesso do negócio.

A realização de estudos relacionados ao mercado e análise da Forças, Fraquezas, Ameaças e Oportunidades [SWOT em inglês] e apresenta-lo aos proprietários demonstrando o potencial dos serviços/produtos da empresa e que medidas podem ser executadas para diferenciar-se no mercado sempre mais competitivo e conectado, bem como os serviços de consultoria são importantes e necessários.

Outro aspecto importante dos serviços de consultoria é atender cada empresa considerando suas particularidades e especificidades do negócio, tal que a empresa possa ser mais eficiente, eficaz e lucrativa.

Considerando o momento difícil em que o país encontra-se, o trabalho das empresas de consultoria estão contribuindo para a redução do índice de mortalidade das empresas, impactando favoravelmente os indicadores de desemprego, diminuindo-os.
Apesar da crise há como se destacar no mercado aproveitando oportunidades muitas vezes escondidas ou camufladas, mas para isso é essencial entender as necessidades e problemas dos clientes e propor soluções duradouras e de longo alcance que, além de resolver os problemas, agreguem valor aos produtos, serviços e marca da empresa.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Sua empresa é RESPONSIVEL?

Equipe de RugbyRESPONSIVIDADE é: 1. qualidade do que envolve resposta; 2. capacidade de dar resposta rápida e adequada à situação [Fonte]. Ainda, em outra definição “adaptada*”, responsividade seria a capacidade que uma organização possui para responder rápida e adequadamente às mudanças do mercado e consequentemente dos negócios e clientes [*Jim Highsmith, um dos autores do Manifesto Ágil].

Dado que vivemos em momento de transformações rápidas e volume assustador de informações indo vindo, há que se pensar sobre o modelo de jornada de trabalho adotado parte significativa das empresas. Tanto a forma de trabalhar mudou, como as pessoas mudaram em sua forma de trabalhar. Os trabalhadores atuais buscam mais que salários e benefícios polpudos, buscam trabalhar em empresas onde possam unir os objetivos e valores pessoais com os praticados pela empresa visando atingir sua missão e execução do seu negócio. Estas alterações de paradigma ensejam Mudanças e Transformações que ajustem as empresas aos novos tempos.

Se antes era exigido dos profissionais a resiliência [capacidade de lidar com problemas e superar obstáculos], agora exige-se das empresas que transformem-se e sejam “responsíveis”. Adapta-se às empresas um postulado atribuído a Charles Darwin: “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”.

Há – inclusive, um manifesto sobre as empresa responsiva, que pode ser lido aqui, neste manifesto há basicamente os seguinte tópicos [em tradução livre]:

  • Tudo e todos estão conectados;
  • A tensão entre organizações otimizadas para previsibilidade e um mundo imprevisível atingiu um ponto de ruptura;
  • Precisamos de um novo caminho;
  • Princípios da Organização Responsiva:

Propósito acima do Lucro;

Poder distribuído acima de Controle;

Experimentação acima de Planejamento;

Redes ao invés de Hierarquias;

Adaptabilidade acima de Eficiência;

Transparência acima da Privacidade

As empresas deverão aprender e ser mais ágeis, daí a grande busca por profissionais que saibam utilizar metodologias ágeis como Scrum.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Importância da equipe conhecer a Missão, o Negócio e suas Funções para o sucesso da Empresa

pit crew 583602 1280Muitos ao olharem a imagem ao lado questionarão o que há em comum entre uma empresa e uma equipe de corrida durante um Pit stop do carro de corrida. A resposta é: Muito!

Antes de apontarmos os pontos comuns entre uma empresa e um Pit-stop, ressaltamos a importância da definição da missão [no plano de negócio e planejamento estratégico], bem como das funções no âmbito da estrutura da empresa. Pois bem, assim como uma equipe de corrida, uma empresa precisa de pessoas, processos e eventual tecnologia necessária a realização do negócio e o cumprimento da missão.

Entendendo melhor: as pessoas são necessárias para executarem as atividades dos processos, estas mesmas pessoas necessitam exercitar a comunicação e treinamento para executar suas funções e a tecnologia para auxiliar nos processos e tomada de decisão. Da mesma forma, numa equipe de corridas, no momento da execução de um pit-stop todos os envolvidos devem saber qual é a missão da equipe, a sua respectiva função, ter recebido treinamento adequado e necessário e essencialmente: Comunicarem-se bem e constantemente.

Com este cenário esclarecido, ressaltamos a importância – para uma empresa, da definição do negócio [que é diferente do produto e/ou serviço] e da missão [motivo pelo qual a empresa foi concebida]. Entretanto, tão importante quanto descobrir e definir assertivamente o negócio e a missão da empresa, há que definir meios que assegurem que a comunicação interna [colaboradores] e externa [clientes, parceiros e fornecedores], bem como o entendimento comum do que significam o negócio e a missão sejam assegurados, tal que todos entendam suas funções e a exerçam com excelência, contribuindo para que a empresa consiga êxito em ambas: realizar seu negócio e cumprir sua missão: atendendo as necessidades e resolvendo problemas importantes de seus clientes e colaboradores.

Tudo isso tem impacto significativo no ambiente interno e externo da empresa: melhor clima organizacional proporcionado pelo conhecimento do negócio e missão pelos colaboradores no âmbito interno e melhor relacionamento com seus clientes, parceiros e fornecedores no âmbito externo.
Comunicar-se bem e constantemente, definir assertivamente o negócio e a missão da empresa contribuem para o sucesso da organização.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Aprender rápido é Essencial para Uma Empresa

“Estamos na era que o conhecimento não vale nada, o que vale é saber aprender” – Reinaldo Normand.

A frase acima traz em seu conteúdo o espirito que qualquer profissional e empresa deve carregar consigo em seu DNA, a vontade e a disposição de aprender mais e continuamente. Buscar – em qualquer oportunidade, a chance de aprender mais e poder prestar serviços melhores ou produtos de melhor qualidade, desejar construir algo significativo e de Valor para seus clientes e colaboradores. Estar características, competências, habilidades e atitudes que contribuem e ajudam qualquer empresa, que busca consolidar-se e crescer. Qualquer empresa, cujo início de atividades requer muita energia, disposição e motivação para realização das atividades relacionadas ao seu negócio necessitará de Pessoas, informações e tecnologia não necessariamente nesta ordem em início de operação.

Atualmente é difícil imaginar a concepção de um empreendimento e/ou negócio e desconsiderar os elementos “Informação”, pessoas e eventuais tecnologias relacionadas e planejamento. Em tempo, todos os segmentos da sociedade e da economia, esses elementos são essenciais e agem como elemento impulsionador do desenvolvimento. Atualmente, todo e qualquer modelo de negócio novo necessitará de ferramentas e pessoas de suporte para lidar com o planejamento e informações, vez que o volume desta cresce exponencialmente, sendo necessário o auxílio das tecnologias em informação, mas essencialmente de pessoas dispostas a resolver problemas de qualquer natureza, para lidar com volumes cada vez maiores de informações.

Startups são organizações que necessitam de um planejamento detalhado, tecnologia necessárias ao negócio e por isso buscam nos profissionais, mais que apenas conhecimento acumulado, mas a disposição em transferir esse conhecimento, vontade para buscar aprender coisas novas e nem sempre de temas relacionadas ao cargo/função, mas conhecimento que ajudará a empresa, o profissional e a própria pessoa. Não basta ser apenas responsável, mas também comprometido e envolvido com a missão, com a visão, com as atividades e projetos da empresa.

Empresas e profissionais devem reunir essas características, em qualquer segmento de mercado, além de habilidade para combinar conhecimentos distintos na busca de soluções criativa para problemas de seus clientes. Obviamente, as empresas possuem características que precisam ser melhoradas e/ou adquiridas e para isso devem dispor de vontade para estudar e aprender, além de ouvir seus clientes acerca dos produtos/serviços. Esta tarefa de receber feedbacks dos clientes deve ser realizada periódica e oportunamente, objetivando buscar questões e pontos a serem melhorados, tal que essas deficiências possam ser trabalhadas e melhoradas.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Planeje-se: 2016 está logo ali..

Restam pouco mais de 40 dias para iniciarmos um novo ano - 2016.
Boa parte das pessoas e por que não acrescer nesta lista empresas, o final de um ano é sempre precedido de um ritual de passagem, que pressupõe que o próximo ano será melhor, que o mundo será melhor. Ocorre, entretanto, que muitos chegam ao final ano queixando-se que não conseguiram fazer o que desejavam ou sonhavam. Sabemos que desejos e sonhos não fazem ninguém chegar a lugar algum sozinhos, ambos são combustíveis para motivação, empenho e comprometimento com aquilo que se quer, deseja e sonha. Não obstante, muitos criam expectativas e esperanças para o próximo ano para o que deixaram de fazer neste ano. A questão central deste ciclo vicioso é que, na prática, tudo se repete exatamente igual ao ano que está findando.

Enfim, o que falta para que sonhos, desejos e metas se concretizem para pessoas e empresas? Simples: PLANEJAMENTO. É mais fácil criar o futuro que se deseja, do que tentar prevê-lo.

Para entender melhor a importância do planejamento em uma empresa utilizaremos a metáfora de uma viagem a qual uma pessoa foi convidada. Neste caso, como essa pessoa se sentiria por não saber informações básicas sobre qual veículo seria usado, qual o destino final/local de chegada, horário de saída e chegada ao destino, as condições da estrada, do clima, do tempo para a realização da viagem? Por incrível que pareça, diversas empresas fazem essa viagem todos os anos. Dirigentes/Gerentes, bem assim colaboradores desconhecem o negócio da empresa; qual é a missão e o propósito de existência da empresa; qual a visão de futuro para a empresa e como querem chegar nessa visão/condição futura. Muitas empresas são assim ano após ano. Algumas conseguem algum crescimento e até sucesso, mas não sabem como chegaram a isso.

Destaque-se! Promova Mudanças e Transformações na sua empresa e nos clientes de sua empresa.

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s